Vais ser sempre assim, não vais pequenino? Vais ter sempre esse feitio tão especial. Nunca vais dar o braço a torcer, e vais ter sempre que sair por cima. Nunca perdes uma discussão, nem nunca vas dizer um "tu tens razão", podes até mudar a história por completo, mas vais teimar até que a razão esteja só do teu lado. Vais ser sempre esse preguiçoso que nunca se é capaz de levantar para fazer o que quer que seja, vais ter fome de uma em uma hora, e obrigar-me a sair da cama para te fazer comida, não é? Quando nos deitar-mos vais fazer beicinho e obrigar-me a tocar com os pés descalços no chão frio do quarto, só para apagar a luz do candeeiro que tipicamente deixamos aceso. Vais ser sempre aquela pessoa irritante que me ignora horas a fio, e que me deixa de responder durantes horas e horas, mas que, em contra partida vais ser aquela pessoa fantástica que quando está comigo me abraça até todos os meus ossinhos estalem, certo? Vais ser sempre o meu raio de sol, e dizer-me que nunca te hei de perder. Vais ficar aqui sempre, tal como prometes-te, e como dizes: fazer de mim uma princesa feliz, como tens feito durante este tempo todo.
Eu já não me importo que sejas um atrasado, um chato de mau feitio, um mau humorado com péssimo acordar, que nunca nada esteja ao teu gosto e que nunca estejas bem com nada. Mas sabes, o que me importa? Quero ser eu. Quero ser eu a passar-te pomada quando um mosquito te pica. Quero ser eu a saltar-te para as cavalitas quando fores três passos à minha frente. Quero os amaços no sofá e no carro. Quero que me peças para te tapar os ouvidos quando passar um comboio ou quando um barco atracar no cais, mesmo sabendo que não vai adiantar de nada.
Sabes, eu sempre fui a pessoa que some, que ignora e que não se importa. Nunca fiz o papel da pessoa que insiste, que implora, que prende e talvez que sufoca. Sempre fui a que sentiu menos, que amou menos, que quis menos. Mas desta vez é diferente de todas as outras. Talvez por tu seres diferente. Agora eu quero que tudo seja diferente. Desta vez, desta única vez, sinto vontade de correr atrás. Desta vez, eu abro mão de tudo, até de ser a vilã de toda a história. Talvez venha mesmo a ser o clichê de idiota apaixonada mais alto que existe. Serei recompensada, com felicidade, tal como prometes-te. E depende de ti, e eu acredito.  Vais fazer de mim a namorada mais babada, mais orgulhosa e mais sortuda do mundo, não vais? Eu sei que sim. E apesar de tudo, eu tenho muito orgulho em ti, pequenino!

42 comentários:

  1. Só fui sincera. O texto é fictício mas inspirado em algo real. O que está em cima, é que fala sobre a minha história. Muito obrigada minha querida!

    ResponderEliminar
  2. Mesmo bonito de se ler, gostei imenso. Um Beijo :)*

    ResponderEliminar
  3. Não dá porque eu ocultei umas coisas.
    Ele acabou a nossa relação à quase um mês, só que foi uma relação de duas semanas, um tempo curto, eu sei. Mas antes, estivemos em 'curtes' durante um mês. Já o conheço à dois anos e sete ou oito meses mas só nos aproximamos mesmo à uns meses atrás. E começou a nossa história. Ele acabou dizendo que o que sentia por mim foi diminuindo, por causa da distância. Que eu mereço melhor e que não me queria magoar mais tarde; que eu não merecia isso. E que me ama, o que sente é amor mas não chega. Não é nada comparado com o que já sentiu ou podia vir a sentir. Nestas primeiras semanas, eu tentei acreditar nisso e ouvir os outros quando me dizem que não passei de uma bonequinha para ele mas, quem sofre é o meu coração e esse, está perdido de amor pela primeira vez. Não o posso deixar fugir assim, sem tentar. Eu vou para o 10 ano, e vou para a escola onde ele estuda portanto, vou ter que vê-lo todos os dias e não me imagino a conseguir não olhar para ele. Não tenho muita coragem mas vou tentar.

    ResponderEliminar
  4. Sim, eu espero que sim. Desculpa ter-te chateado com isto.

    ResponderEliminar
  5. Se ontem queria lutar por ele, hoje percebi que sentimentos também se confundem e ele não gosta de mim; o que sentia, não chegava. Não vou atrás dele! Ele não vai voltar para mim, simples. Podem criticar-me mas, mesmo que voltasse depois e se me desse para trás outra vez? Não vou ser só eu a lutar por uma relação perdida. Acabou. Eu não acredito em segundas oportunidades, em relação a namoros.

    ResponderEliminar
  6. Exatamente. Só iria magoar-me mais se optasse por ir atrás dele. Não dá mais, pronto. Sinceramente, a mim custa-me acreditar em segundas oportunidades em namoros. Mas, espero que no teu caso, resulte. Eu estou feliz, não deixo que um rapaz me tire isso.

    ResponderEliminar
  7. Então mostra-lhe isso. Não estejas sempre a mimá-lo, faz-lo notar a tua presença e sentir a tua ausência! Faz-lo entender o quanto gosta de ti.

    ResponderEliminar
  8. Acho que ninguém gosta de ser ignorado. Mas, mostra-lhe que não te sentes bem assim. Precisas dele, da atenção e carinho do teu namorado! Não deixes que ele tome conta de ti, quero dizer, te controle nem tentes controla-lo mas, tentem resolver as coisas sem que nenhum acabe completamente destroçado.

    ResponderEliminar
  9. Claro, e ele vai perceber que tem cometido algumas falhas. Vai ficar tudo bem :)

    ResponderEliminar
  10. quando precisares, conta comigo. desculpa, estive de 'férias' e não vim aqui ao blog durante estes dois dias :/

    ResponderEliminar
  11. Oh, mas se gostam um do outro acho que não faz muito sentido acabarem. Não venhas com isso, porque se gostares, dói sempre. Diz antes que estás habituada à dor e isso, ajuda-te a lidar com ela. Tenta resolver as coisas, não é tarde demais. Nunca é quando ambos gostam um do outro.

    ResponderEliminar
  12. Isso é apenas um ditado, eu aprendi a acreditar em coisas impossíveis. Talvez devesse tentar, pelo menos. Mas claro, se ele não lutar então não vale a pena.

    ResponderEliminar
  13. Porquê sexta-feira? Talvez porque gostas dele e te afecta.

    ResponderEliminar
  14. Claro que não és cachorra de ninguém, nem te estou a dizer para o seres. Mas não desistas assim, se ele também gosta de ti, não vejo porque não tentar mais uma vez.

    ResponderEliminar
  15. Não reajas, deixa que ele faça alguma coisa, não podes ser só tu a 'correr atrás'.

    ResponderEliminar
  16. Sorri-lhe só, acho que não há melhor forma para lhe mostrares que vales a pena :)

    ResponderEliminar
  17. Se tiverem que 'ficar juntos' outra vez, o tempo encarregar-se-à disso, vocês só terão que lutar.

    ResponderEliminar
  18. os teus textos são sempre tão lindos :3 .
    desculpa só responder agora ! . mas então , como é que estão as coisas neste momento ?

    ResponderEliminar
  19. não , nada disso :o . acho que ando a perder o jeito , já não são como antes :c
    obrigada princesa , também é bom ter um sorriso *-*
    não estão , porque ? :o

    ResponderEliminar
  20. Tu gostas dele, só tentas é negar isso a ti própria. Gostam um do outro porque estarem separados? Deixem o orgulho de parte (:

    ResponderEliminar
  21. Oh, que dois orgulhosos. E que tal, tentares mostra-lhe que assim ele vai acabar por perder-te? Talvez começa a agir.

    ResponderEliminar
  22. Porque quer ou talvez porque quer chamar a tua atenção.

    ResponderEliminar
  23. adorei :')

    Estou a fazer um sorteio da Dove no meu blog, deixo-te o link em baixo caso queiras participar ^^
    Beijinho * Monstros no Armário
    Join the Dove Beauty Blossom Cream Giveaway in my blog :)

    ResponderEliminar
  24. e entender o que vai na cabeça dos rapazes? :s

    ResponderEliminar
  25. yaaa, mesmo isso! ahahah, fiquei mesmo envergonhada :b

    ResponderEliminar
  26. não vale mesmo, temos é que sorrir com ou sem eles :')

    ResponderEliminar
  27. sim minha querida. o desenho é meu. alias, todas as imagens, fotos e desenhos são minhas... ;D

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)