Nem sei o que te chame. Base, pilar? Primeiro, ou na verdade último? Foste o primeiro a quem dei a conhecer o meu coração, e por mais que me tenha magoado, não me arrependo um segundo de o ter feito. Ainda és a base do meu coração. O primeiro a quem o abri, e talvez, na verdade o único a quem fui completamente sincera. Lembro-me tão bem de tudo, pequeno. Da primeira mensagem que me mandas-te, e do primeiro convite para a webcam. Meu Deus, fazes ideia do pulo que o meu coração mandou quanto te viu? Eu soube que ia falar de ti, eu soube, que vinhas para durar na minha vida. Lembras-te da primeira chamada? Dos teus ciumes que eu achava sempre tão fofos? Lembras-te das idas e vindas à minha, ou à tua escola? Lembras-te do nosso primeiro beijo? Lembras-te quando fui de cara, para o teu peito? Eu sei que te lembras. Sei que apesar desse teu ar forte, tens um lado meigo. E tu meu pequeno, deste-me a conhecer o melhor de ti. 
A verdade, é que eu te amei. E tu, à tua maneira também me amas-te. Mesmo quando estavas toldado pelo orgulho, ou apenas magoado por qualquer coisa, não deixas-te de me amar. Depois, quis a vida que nos enfraquecesse. E que apesar das lutas, que ambos travávamos, pareciam não importar para nenhum dos dois. Mas tu, nunca me deixas-te. Quando finalmente desmoronei, foste o primeiro, a levantar-me a cabeça. Ouvias-me chorar durante horas, e não me perguntavas nada. Mas estavas presente. Por mais difícil que fosse e seja, lidar comigo, nunca me abandonas-te. E eu não tenho palavras para te agradecer por isso. Tens ideia de quantas vezes, no meio de uma torrente de lágrimas me fizeste sorrir? E de quantos dias péssimos me fizeste dar gargalhadas? Fazes ideia de quantas vezes te odiei, por me dizeres exactamente aquilo que eu não queria ouvir? Tenho também que te agradecer por isso: és talvez, a pessoa mais sincera que conheço. Eu podia estar desfeita, mas se tivesse sido uma otária, tu não guardavas o sermão para mais tarde. Fizeste-me chorar quando eu já chorava. Querias despachar a dor. E sim, agora que olho para trás, foi o melhor que podias ter feito por mim. Na verdade, tu apenas não me querias ver a sofrer uma segunda vez pelo mesmo motivo. 
Voltando ao problema inicial: afinal chamo-te o quê? Amigo, coração ou ex-amor? Falo de ti no passado ou no presente? Sinceramente, para a última penso ter resposta. Tenho que falar de ti a contar com o futuro. A verdade é que vou sempre precisar de ti. De ti, e dessa tua maneira de me fazer ver as coisas. Não te posso deixar ir. Não a ti, que és dono, de uma parte tão significativa do meu coração. Tu não foste apenas um amor. Foste o primeiro, nunca esquecido. Foste o amigo, mais fiel com o ombro mais largo. Foste o porto de abrigo que guardava os meus cacos. Foste tu que me mantiveste inteira durante todo este tempo. Tu não, de todos és o único que não pode ir com o vento, nem com a maré. Não podes ir, porque se tu fores, juro que vou contigo. 
Ainda não sei bem o que te chamar, mas és daquele tipo de pessoa que nos conquista pelo sorriso e não pela simplicidade. És bem mais complexo do que deixas transparecer, e eu sei que dentro de ti, também existe um labirinto difícil de trespassar. Tens dos corações mais lindos que conheço: quando se abre, entregas-te totalmente. És transparente quando gostas de verdade. 
Depois, és o género de pessoa que todos os anos se consegue esquecer do aniversário da namorada, ou do dia de anos do namoro. Compras um presente de pressão, só para tentar remediar a situação. Gostas de futebol, e és fanático pelo teu clube. O auge de todas as chamadas telefónicas que me fazes, é quando me desligas o telemóvel na cara, para não demorares nem dois segundos a ligar de volta, porque a consciência te pesou. És do tipo, que aparece à porta da escola sem aviso, só porque gostas do sorriso que se desenha lentamente quando te vê. És temperamental, e não suportas que se aproximem daquilo que a ti te pertence. És o primeiro a pôr-te na frente de uma batalha, se o que está em causa denominas por teu. Não pensas duas vezes, e deixas que o sangue te aflua à cabeça rapidamente. Mas nem isso é defeito em ti, é apenas o teu instinto de protecção a falar mais alto. Na verdade, acho que nunca encontrei um defeito de verdade em ti. Tens milhões deles, vê se me entendes, mas não nenhum que me aborreça. És ciumento e pouquinho possessivo, mas apenas porque achas que se alguém te pertence, tens o direito de controlar as relações exteriores dela. Apesar disso me irritar minimamente, não te posso culpar. Faço o mesmo. És teimoso, mas nem é defeito, é mesmo feito. Tal como a tua capacidade incrível de não conseguir fixar uma data. Chegou-me a magoar, mas sei que não o fazes por mal. Tens um coração de elefante, mas uma memória de amiba. Mesmo assim, com uma flor colhida á pressa passas o pano pela ferida. 
Sei lá, apesar deste tempo todo, não encontro uma pontinha, por onde possa deixar de gostar um bocadinho menos de ti.

52 comentários:

  1. a sério? (:
    e já estás a seguir o meu blog de fotografia?
    http://aminhavidaemfotografia.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. tipo , eu estava em casa da minha melhor amiga , e estávamos no meu face . depois ela mandou-lhe um olá e ele respondeu que não queria falar ... mas olha , comparado com o que aconteceu esta semana , isso já nem é nada :c

    ResponderEliminar
  3. ele voltou-me a falar :c
    eu já me estava a habituar a esta ausência dele , e ele foi fazer pior :c pior que isso tudo , ACABOU COMIGO OUTRA VEZ :(

    ResponderEliminar
  4. Oh, muito obrigada, meu amor.
    AMEI o texto <3

    ResponderEliminar
  5. O texto esta absolutamente lindo!!! Tens imenso jeito!


    http://placequotehere.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. não tens de quê, meu anjo.
    oh, muito, mas mesmo muito obrigada. estar em palco é das melhores coisas da minha vida. quanto a ser cheia de talento ou não, já não posso falar por mim, não é? <3

    ResponderEliminar
  7. mil obrigadas coração, é bom saber isso <3

    ResponderEliminar
  8. não precisas doce, volta sempre :)

    ResponderEliminar
  9. acho que não vai aguentando :c
    como não podia desistir , resolvi escrever aquele texto à melhor amiga dele mas nunca falei com ela na vida , e penso que ela nem conhece a minha existência ... mas acho qué a única hipótese que tenho :c

    ResponderEliminar
  10. só teimosia, meu deus :)
    oh, obrigada doce <3

    ResponderEliminar
  11. sou, ehehe. como tu, pelo que sei, também o és <3

    ResponderEliminar
  12. que doce de pessoa, és uma jóia. *----*

    ResponderEliminar
  13. mas achas que ela me vai ajudar , não me conhecendo de lado nenhum ? :s
    se isso não resultar , tenho de ultrapassar o medo de falar com ele pessoalmente ...

    ResponderEliminar
  14. Obrigadíssima, mesmo!
    É um dos meus sonhos definitivamente. Sim, pratico teatro e canto (não que tenha aulas, mas vou dando alguns espectáculos) <3

    ResponderEliminar
  15. obrigada (:
    amei o post, está mesmo lindo !

    ResponderEliminar
  16. Hahah, bem, acho que se pode dizer que sim.
    se eu tiver algum vídeo de jeito, posto, claro <3

    ResponderEliminar
  17. Tenho a certeza que tens imenso talentos (além da escrita, claro!) <3
    Claro, doce.

    ResponderEliminar
  18. porque é que eu acho que estás a ser modesta e és aí um poço de talentos? <3

    ResponderEliminar
  19. Calculei que se passasse fofinha, o que se passou? estou preocupada.
    Adoreiiiii o texto *-*
    Fofinha tens que me dar o teu mail ou nr (se quiseres claro, para falarmos)

    ResponderEliminar
  20. Fogo que mau fofinha, isso acabou por uma cena um pouco fora não?´
    Obrigada linda ;D
    Já adicionei

    ResponderEliminar
  21. muito obrigadaa marisa :))
    vai passando por cá,

    migalhas-de-mim.blogspot.com

    migalhas felizes*

    ResponderEliminar
  22. Fofinha sabes meter imagens do pc no fundo do blog mas esticadas?

    ResponderEliminar
  23. muito obrigada fofinha! essas palavras soaram muito bem :)
    e tu sempre que precisares, também aqui estarei*

    ResponderEliminar
  24. acho que não princesa, isto passa! óh obrigada mas podes ficar descansada que eu fico bem :)

    ResponderEliminar
  25. mas para falar com ele pessoalmente , só poderia ser na segunda feira , depois ele vai embora para estágio e não o vejo mais :c
    e tenho medo ! ele já me disse por mensagens tudo o que poderia dizer . e se pessoalmente for o mesmo ? se só servir para me magoar mais e para ser horrivel comigo ? e se nem me der uma hipotese de falar ? :s
    a melhor amiga dele leu o texto , e mesmo sem me conhecer ajudou-me . eles quase que se chatearam por causa desta historia :c depois , ele pediu-lhe para nao falar mais em mim . ela disse-lhe coisas lindas , mas mesmo asim ele continuou na teimosia dele . até ele leu o texto , e isso não mudou nada :c
    voltei a falar com ele e só piorou tudo ! ele disse coisas horriveis :c e eu tambem fui muito parva :c e foi de ambos um ' adeus ' definitivo . :c

    ResponderEliminar
  26. Eles são todos Lindos **.
    (desculpa a demora da resposta querida)
    Adoro o teu fundo **. está super adorável :3

    ResponderEliminar
  27. Obrigada, vou ver se começo a responder com mais frequência.. .
    Como te compreendo, trabalhar imagens não é nada fácil!
    Mas fizeste um excelente trabalho, gostei mesmo '' )

    ResponderEliminar
  28. Muito obrigada fofinha :D
    Fazer um upload como assim?

    ResponderEliminar
  29. Bom texto :) Gostaria de te convidar a conhecer o meu blog "ourmelodyblog.blogspot.pt" segue-me se gostares, seria um prazer ;) aproveita também para participares no giveaway que lá está a decorrer. Beijinho

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)