M: Porque tu sabes como sou. Sabes que me farto depressa, que erro demasiado, que tenho um feitío difícil e que ando sempre de mau humor. E pior que tudo isso, sabes que brinco com as pessoas, e ás vezes, até com os sentimentos delas. Eu ja sofri, pequenino. Nunca to disse, mas tu sabes. Sabes também, que aprendi a lidar com isso da pior forma possível. Aprendi a fingir que não tenho coração, ou então que ele é feito de pedra. Sei que, pelo menos, tornou-se difícil de se partir.

D: Tens dos corações mais bonitos que há. O facto de teres tantos defeitos (que na verdade, de defeitos não têm nada), só te torna difícil, e isso, é um desafio. És do tipo que interessa a alguém que tens dois dedos de testa, és apreciável. És bonita, e culta. Brincas com os sentimentos de pessoas que a ti pouco te importam, dás umas voltas e depois partes. E sais ilesa. Na verdade é a melhor forma de não meter o coração ao barulho. Mas tem de chegar o dia em que abres essa peça linda que tens dentro de ti. Tens que deixar que essa bloco de gelo, derreta. E princesa, deixa-me que tente mexer com esse coração que tanto tentas camuflar de pedra.

6 comentários:

  1. Obrigado querida e sorri muito também, e acima de tudo, não feches o teu coração a sete chaves :)

    ResponderEliminar
  2. É uma boa maneira de te protegeres, mas implica que cries uma "barreira" entre ti e as pessoas que gostam de ti, isso vai fazer-te sentir um pouco só, por vezes, mas percebo que te dê uma certa segurança, um certo controlo sobre uma dor, desilusão e mágoa que nao queres sentir. Estou certa?

    ResponderEliminar
  3. Percebo-te perfeitamente, acredites ou não. Embora não saiba as circunstâncias que te levaram a essa a atitude também eu já quis fechar o coração, criei um muro à minha volta, para que não me podessem magoar mais mas alguém conseguiu derruba-lo. Tive muito medo e ainda tenho mas aconteceu. Contudo, sejam quais forem as circunstancias que te fizeram adoptar essa atitude de distanciamento, digamos assim, és uma vencedora por o teres ultrapassado. E espero que não feches o coraçao a cem por cento, vá.

    ResponderEliminar
  4. Ventanias? Estragam sempre tudo, não é? No início é tudo muito bonito mas a vida não é feita só de bons momentos. Talvez seja bom. Talvez seja mau. No fim de contas, há sempre coisas positivas que tiramos e coisas negativas.

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)