Eu não sou assim tão fria. Apenas não sei demonstrar sentimentos. Ou até sei, à minha maneira.
Não choro, porque as pessoas têm medo de ver chorar. Atrapalham-se, sentem pena e fogem. Não preciso de pena, de palavras acanhadas e pouco sonantes, não preciso que me desviem o olhar e nem que me digam que lamentam. Nada disso consegue fazer alguém sentir-se minimamente melhor. Não consegue.
E hoje, prefiro ser novamente a insensível do costume. A que não chora, e a que não ri. A que fala demais só para não ter tempo de se lembrar da dor. A que precisa de fugir das pessoas a meio de uma conversa, quando as lágrimas tendem a ser mais fortes. A que treme e que não soluça.
Mas hoje, também sei que está por aí uma estrelinha a mais no céu. A cuidar de mim e de todos que ama.
Descansa em paz.

4 comentários:

Deixem as vossas opiniões :)