É. Realmente o que custa não é chorar. Custa sim é reprimir as lágrimas e obrigar sorrisos. O que custa realmente, é passar pelos locais que foram nossos, sem nunca o serem realmente. Tal como tu: que sempre foste meu, sem nunca o seres. E a verdade é essa. Nunca o foste.
Somos opostos. Eu, tenho uma necessidade quase selvagem, de espaço. Fujo das conversas difíceis e esquivo-me a potenciais corações, Já tu, lutas pelo que queres, enfrentas o diabo se for preciso. Não te escondes e sentes saudades. Os opostos atraem-se mas nunca se entendem.
Dizem que um grande amor nunca se esquece, apenas devemos falar dele sem chorar. Eu já o faço. Faço-o com orgulho, por um dia termos pertencido um ao outro.
Sabes pequenino, eu gosto muito de ti. Apesar das diferenças que nos demarcam, eu gosto. Gosto muito. Mas não importa. Agora podemos ter seguido caminhos diferentes, mas a estrada, essa sei que ainda é a mesma.

5 comentários:

  1. "Dizem que um grande amor nunca se esquece, apenas devemos falar dele sem chorar"

    será assim?não se chora ao falar dele, mas quando pensas nele e sorris pelo orgulho demarcado no teu coraçao, acabas por chorar. lagrimas de felicidades e tristeza...mas sabes pequenina? acredito que um dia vamos conseguir olhar para trás e sorrir só e apenas.

    ResponderEliminar
  2. O problema é quando a dor demora a sair, quando demora anos a ir embora |: quando chegas mesmo a pensar que nao vai dar e que um grande amor afinal, nunca se esquece...nunca...

    mas eu estarei aqui, para um dia sorrir ctg ao olhar para este que agora é o nosso presente.
    tens a minha força, tal como preciso da tua :$ quero muito recuperar tudo o que tinha antes, especialmente a felicidade, minha flor *

    ResponderEliminar
  3. a dor vai passar, tudo vai passar e apenas a felicidade ficará...obrigada minha querida, estarei aqui ctg , sempre* quero o teu sorriso e quero-te bem , tens a minha mao <3

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)