Não gosto de conversas fiadas. Não gosto de saber como correu o dia ou como vai aí o tempo. Não gosto conversas coladas, aborrecem-me. Prefiro longos silêncios.
É disso que gosto em ti pequenino, os longos silêncios que se propagam entre nós, cruzados com gargalhadas sentidas. Gosto de quando a tua boca se abre nesse sorriso lindo que tanto escondes. Nesse que quero ver a todas as horas. Quando dos teus lábios saem apenas as palavras que preciso de ouvir. Mesmo que poucas.
Gosto de ti e desses teus braços quentes e fortes. Desses olhos castanhos com um brilho que não sei definir. Gosto do teu timbre de voz ao meu ouvido e dos teus cabelos emaranhados nos meus.
Gosto dessa tua timidez, dessa discrição para comigo, desse mistério que teimas em manter em teu redor.
Sabes pequenino, o meu coração gosta de ti. Tem um carinho especial por ti. Ele confiou-me um segredo: disse-me que não queria mais nenhuma paixão louca e devastadora. Nenhuma que meta a sua integridade de novo em causa. Procura apenas alguém que olhe por mim, e acredites ou não, ele acredita que és a pessoa indicada para o fazer.

7 comentários:

  1. Acredita que não guardo, nem um bocado! Muito obrigada princesa!

    ResponderEliminar
  2. De nada!
    Obrigada eu fofinha e não te preocupes, consigo chegar ao teu cantinho sem quaisquer problemas! :)

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)