E tinhas que voltar, não era pequeno? Tinhas que voltar a tentar roubar-me o coração. Qual era mesmo a tua ideia? Voltares, para que a minha pele apenas respirasse a tua, e que o meu coração fosse eternamente teu? Voltas, e eu, ingénua como sempre, abro-te o coração. Dou-te, para variar, tudo o que tenho. Da última vez, quase que foi diferente. Da última vez, lembro-me de falar com os meus botões e de lhes dizer "desta vez, ele não me tem na mão". Mas tinhas. Tinhas-me na mão, de coração inchado e de orgulho ferido. Como sais sempre. Por mais que finjas, que não te doa, tu és o que mais sofres. Voltas porque sabes que a tua casa, é na verdade, o meu coração. Voltas, porque sabes que sou a única que na verdade, te soube amar.
E agora tu viste. Agora gelas-te. Eu conheço-te. É passado, meu amor. Tu, eu. Passado. Dói, não dói? Mas o meu coração não podia estar aberto para ti. Não mais.Tu que o abres de mansinho sempre que chegas, para o deixar com um estrondo sempre que sais. Tu, esse rapaz de camisola ás ricas.
Mas meu amor, eu preciso de seguir em frente. Desta vez, foi o meu coração que se apegou a alguém. Tão diferente de ti. Ele não força a entrada, e não me diz quando sai. Não o parte, e não o amolece. Na verdade, acho que me estou a apaixonar, pequeno. Mas desta vez é a sério. Nunca fui como tu, e tu sabes. Tu tratas das tuas feridas, e principalmente, do teu orgulho com outras. Uns escapes de semanas, e por vezes, de dias. Não te importas em magoar, desde que tu sares. Já eu, prefiro tratar de mim, sozinha. Fechar-me em mim mesma, como já é hábito.
Mas ele apareceu, meu amor. Apareceu para mim, de olhos pequenos, e de coração apertado. É mesmo aquele tipo de corações, onde apetece entrar em pés de lã e de arranjar um cantinho para nós. Ele tem daqueles corações lindos. Onde a maior preocupação é de manter com ele, aqueles que mais ama. Já o teu, é demasiado instável. Como um barco em dia te tempestade. Com demasiada água a transbordar. Não que seja mau. Tu sabes, que é daqueles que mais nos amam que saltam as criticas mais duras. E eu pequeno, amei-te durante demasiado tempo.

32 comentários:

  1. Sê feliz com esse novo rapaz já que o outro não te soube dar valor :*

    ResponderEliminar
  2. Muito mas muito bonito de se ler. Gostei bastante. Um Beijo :)*

    ResponderEliminar
  3. Nada a ver com seres ou não das minhas melhores amigas na blogger, e na minha vida. Este texto está qualquer coisa pequinina, qualquer coisa de enorme, tal como tu! És enorme, és forte, és linda, és perfeita e orgulho-me de te ter na minha vida.

    ResponderEliminar
  4. obrigada por cada gesto, obrigada por cada sorriso, obrigada por cada mensagem. Obrigada por tudo, e simplesmente por nada. Obrigada por entrares, permaneceres, e nunca saires. Obrigada por seres tu! AMO-TE <3

    ResponderEliminar
  5. texto lindo! boa sorte nessa nova fase. que esse rapaz que te apareceu não seja pequeno como o outro mas sim GRANDE, se é que me entendes.

    ResponderEliminar
  6. Quem nos ama, nao precisa de segundas oportunidades! Esta frase apenas para te encentivar em ires em frente e a seres muito feliz!

    beijinho *

    ResponderEliminar
  7. Vais ver que sim.
    Espero que tenhas razão :)

    ResponderEliminar
  8. oh, obrigada querida (:
    Sê forte e sê feliz. Gostei*

    ResponderEliminar
  9. Fico feliz por te sentires assim :)

    ResponderEliminar
  10. Hum isso é muito bom princesa ;D
    Pois fofinha, se calhar é a unica maneira de ele acordar,

    ResponderEliminar
  11. obrigada querida.
    eu também, muito, muito obrigada! <3

    ResponderEliminar
  12. Gosto, sigo segues de volta sfv http://one-always-ever.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Acredita, que se ele estiver bem longe da minha vista, eu estou optima da vida :D

    ResponderEliminar
  14. Adoreii fofinha, acho que fazes bem não voltares para esse , porque este por quem te estas apaixonar trata-te muito bem mesmo, e parece tambem gostar de ti. Pois fofinha, mas não deixes que o medo seja maior que a tua força de o dizer.

    ResponderEliminar
  15. adoro mais um vez fofinha! n digas q nd te sai, pq passado alguns dias vais escrever um texto ainda melhor q o anterior (:
    gmdt amor

    ResponderEliminar
  16. Oh de nada minha fofinha :b
    Exactamente é assim mesmo, não vale a pena ires para quem não merece. Oh mas não deixes a sério.

    ResponderEliminar
  17. Nao imaginas o quanto adorei este texto, poderia "apropriar-me" de todas as palavras nele, sem excepçao, para descrever uma fase da minha vida que me fez crescer e mudar e que, felizmente, ja passou. Sou muito mais feliz agora, ao lado de alguém com "aquele tipo de corações, onde apetece entrar em pés de lã e de arranjar um cantinho para nós". Está lindo!

    ResponderEliminar
  18. Pelo menos isso, que te faça mais bem do que mal querida. E eu sei como custa depois voltar a confiar em alguém, o medo que existe de nos voltarmos a apaixonar e nos voltarem a magoar. As vezes somos nós próprios a impedir a nossa felicidade devido ao medo que temos de sofrer.

    ResponderEliminar
  19. Eu percebo mas deixa as coisas rularam, sabes que o meu lema é "o que tem que ser, será" e se pensarmos muito no que pode acontecer vamos privar-nos de sermos felizes. Mas eu sei que é mais fácil falar e que, no fundo, aquele receio está sempre connosco.

    ResponderEliminar
  20. Se sentes que é o melhor, que nao te sentes "confortavel" ao dar esse passo fazes bem em esperar, mas não te esqueças que os dias vão passando e tal como tu, esse rapaz pode pensar o mesmo. Mas o nosso medo parece apoderar-se de nós, não é? E, às vezes, até nos pode passar pela cabeça agir mas depois vêm os "ses" e os "mas" e preferimos prevenir a ficar de coraçao partido, de novo. Eu entendo-te.

    ResponderEliminar
  21. Pois, e se ambos ficarem à espera um do outro o momento tardará, mas compreendo perfeitamente. Sabes o que mais me enerva? É que somos, de certa maneira, inseguras e desconfiadas por causa de pessoas que nem sequer mereciam o nosso amor. Podemos ter crescido, ter aprendido muito mas também nos tornámos mais receosas e, aparentemente, mais frias.

    ResponderEliminar
  22. Eu espero que chegue e que sejam muito felizes, honestamente. Eu também sei ocultar, às vezes, outras nem por isso, mas sou muito mais impulsiva e "agressiva", digamos. Se me magoam não penso no que digo, simplesmente digo, mesmo que não sinta. Acho que as pessoas levam um pouco por tabela, e lamento ser assim.

    ResponderEliminar
  23. A verdade é que não há pessoas perfeitas mas gostar delas implica gostar do bom e do mau, não é? Sabe bem,é verdade. Talvez sejamos assim porque secalhar já calámos muito, mas temos de nos saber controlar, também é importante, e eu ando com bastante dificuldades em fazê-lo.

    ResponderEliminar
  24. Concordo contigo. Pois, antes sair tudo cá para fora do que ficar a "queimar-nos" por dentro.

    ResponderEliminar
  25. Mesmo , eu sei bem disso. Parece que quanto mais vontade temos pior é. Porque depois no fim perdemos a força.

    ResponderEliminar
  26. Adoroo o blog! E amei o post!
    Vou seguir, segues-me também ?
    xoxo :)
    http://slovelydreams.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)