Tu sabes que eu não perdoo nem esqueço. Tu sabes que eu não sou assim. Sabes que comigo tens de ser directo, sabes que não gosto que fiquem água por mexer. Tu sabes que não suporto mentiras, nem traições. Tu sabes que sou orgulhosa e fria. Sabes que tenho um coração (quase) de pedra e que sei desligar das coisas com relativa facilidade. Tu sabes, ou pelo menos, devias saber.
Protege-me pequenino. Protege-me apenas. Mete esses teus braços quentes há minha volta e não deixes que nada nem ninguém me faça mover deles. Protege-me da chuva e do frio. Faz-me chorar se assim o entenderes. Faz com que te odeie, sem nunca na verdade te odiar. Faz-me perder a cabeça e andar como uma louca. Mas protege-me sempre das quedas e, sobretudo protege o meu coração de se partir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixem as vossas opiniões :)