Sinto a minha alma em carne viva. Sinto a minha cabeça a latejar. Dentro de mim, o meu coração tenta reconstruir-se lentamente. Queria poder repará-lo, como um simples puzzle, mas não posso. Dentro do nosso coração está a nossa alma, não devemos nem temos o direito de lhe tocar.
É ela quem nos comanda, que nos dá forma e nos caracteriza. Reconstruir o meu coração (já de si uma tarefa árdua) é um caso complicado, limpar a minha alma dos destroços que me assolaram provavelmente seria impossível.
Ás vezes chego mesmo a pensar que nunca te conheci. Penso que durante este tempo todo usas-te uma máscara, para esconderes o teu verdadeiro eu. Mas não. Conheço-te demasiado bem. Sei tão bem o que te perturba. Sei como lidar contigo, sei qual a tua reacção a cada palavra pronunciada. Conheço tão bem o teu sorriso e cada traço da tua face. Conheço tão bem cada pormenor que te identifica.
Eu só queria fazer o mesmo que tu: encontrar alguém que reparasse o buraco que me fizes-te. A cada dia que passa, tenho mais certezas que nunca te parti um pedaço do coração, nunca fiz um caco desprender-se do seu todo, enquanto tu, estilhaças-te o meu. Pisás-te-o até à exaustão.
Estilhaças-te-o mas não te impediu de o explorares. Ocupas-te cada canto dele, conheces-te o mais profundo do meu ser. Revelei-te o meu verdadeiro eu, sabes mais que talvez eu própria, conheces-me como a palma das tuas mãos. Sabes como me atingir, tal como sabes reconfortar. Sabes como me magoar, tal como sabes confortar. Conheces os meus sentimentos, mesmo que os desprezes nunca vais conseguir ignorá-los por completo.
Ainda dói tanto saber que estás bem e feliz com outro alguém, não sendo eu. Ainda me custa tanto ouvir as tuas desculpas, por algo que não conseguirei apagar. Eu não consigo perdoar todo o mal que me fizes-te, mas não penses que te odeio, bem pelo contrário, continuas tão vivo em mim.
Hoje tive uma aula de Filosofia, falámos sobre o Homem viver em meras ilusões. E eu vivo na ilusão de um dia voltarmos a ser o que um dia fomos. Mas sabes que mais? As ilusões não passam disso mesmo, e tu és para mim já não passarás de uma. Nunca mais.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixem as vossas opiniões :)