Querido ex-amor,
                     Será esta a derradeira carta de despedida? Não me parece.  Não que ainda nutra algum tipo de sentimento por ti. Apenas porque...foste tão meu. Fizeste tanto parte de mim que acho que ainda não te consigo deixar pelo caminho.
Tenho-te atrás das costas. Carrego contigo, como qualquer pessoa carrega o passado. Tal como és: parte do meu passado. Não tenho saudades tuas, pelo contrário. Já não anseio pelo teu telefonema que se faz sempre tardar ou pela tua carta que dizes acabar sempre por ser extraviada, já que nunca me chega as mãos. És assim: retalhado de desculpas. Um verdadeiro adepto do toca e foge.  
Deixaste-me com demasiadas marcas. Demasiadas cicatrizes e ainda umas quantas feridas em aberto. Deixaste-me o medo de amar tão enraizado que já nem sei se consigo superá-lo. Não sei o que é chegar-me à linha de fogo. Já não sei como pisar corações desconhecidos. Não consigo desenvencilhar-me dos meus próprios labirintos quanto mais dos dos outros. 
Há uns meses, pensava que me tinhas ensinado imenso sobre o amor. Pensava que tinhas sido a base do meu coração e das minhas ideias. Tinhas sido a desilusão mais profunda e a perda mais difícil. Mas sabes que mais? Fizeste de mim uma total analfabeta em questões amorosas. Que sei eu sobre amor? Que sei eu quando mal consigo abrir  as portas do meu próprio coração? Que sei eu que gosto de manter tudo e todos fora do alcance dos meus sentimentos? Eu que sou a fria. Eu que me tornei assim, pelos medos e feridas que me deixaste.
Desculpa meu pequeno, mas a verdade é que fizeste de mim uma verdadeira bola de trapos. E eu quero fazer de ti isto mesmo: de meu pequeno. Quero fazer de ti um pequeno pedaço do meu passado, para que não doa tanto levar contigo às costas. Ou então deixar-te de vez pelo caminho. 
E sabes que mais? Está na hora de abrir o coração. Mas ainda preciso de ajuda. De amparos e de muletas. Preciso de tijolos novos e de bases mais seguras. Preciso de alguém que venha pisar a minha linha de fogo. Alguém disposto a trilhar os meus labirintos e passar pelos meus guardas. Alguém como tu nunca foste. Alguém que me tire os medos e me sare as feridas.

104 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. és mesmo querida, fiquei muito feliz com o que disseste :)

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Mas continuo a achar na mesma que és muito simpática :)

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Um bocadinho só. A nossa conversa tem sido uma risota xD

    ResponderEliminar
  9. Assim não sei o que te dizer rapariga :b

    ResponderEliminar
  10. Sim, quer dizer, estou um pouco melhor.

    ResponderEliminar
  11. Identifico-me tão bem, querida! Será o melhor deixar essa pessoa pelo caminho? E abrir as portas do meu coração? Como eu também queria respostas! S:

    ResponderEliminar
  12. Fala com ele novamente amiga! Tenta resolver as coisas. Diz-lhe o que sentes por ele sem rodeios. Tens duas hpóteses, ou ele gosta de ti ou não gosta. Mas se não tentares nunca vais saber. bjs

    ResponderEliminar
  13. Eu aos poucos vou ficando... Obrigada :)

    ResponderEliminar
  14. Eu estou a tentar. Mas há momentos em que é difícil.

    ResponderEliminar
  15. adorei.
    e posso dizer... que esse medo de amar, um dia quando menos esperares, desaparece. ;)
    Segui :')

    ResponderEliminar
  16. A mulher pode o homem não , ahah
    Tipo, vou ficar bem :c

    ResponderEliminar
  17. Não estava a pedir a resposta às minhas duvidas, estou a dizer que não as consigo encontrar! E já passei pelo mesmo que tu, ou seja ele também me fez mais mal que bem, e eu penso que tanto eu como tu sofremos muito, e agora que temos um caminho chamado liberdade no nosso coração não o conseguimos preencher para deixar de estar vazio, apesar de não estar a mandado de alguém, não é verdade? Uma coisa é certa e o velho ditado também! ( não me recordo bem mas é algo assim ) Quando a gente acha que o homem é bom a gente luta até ao fim e sofre! Fica cega... Mas quando o homem é perfeito e tem tudo o que a gente precisa a gente não passa confiança e nem lhe dá o devido valor! Se é que me entendes, eu tenho um homem assim em mãos mas ainda não lhe consegui abrir o meu coração porque estou tão profundamente magoada que não sei o que quero mesmo... E o teu texto faz-me sentir o que sinto, confusa! (:

    ResponderEliminar
  18. És mais do que suficiente, só tens que te deixar levar.

    ResponderEliminar
  19. - se gostas dele, luta por ele princesa * sigo, segues de volta? :3

    ResponderEliminar
  20. não tens que agradecer linda.
    Não feches o teu coração sim? Eu também pensei fechar o meu quando a pessoa que mais amei até hoje me magoou e me desiludiu, a pessoa pela qual fiz mais e a qual me ensinou mesmo o significado da palavra amor. Pensei em fechá-lo sim. Mas não valeu de nada, quando menos reparei ja ele estava outra vez amando.
    Vais ver que quando menos reparares ele já esta ocupado outra vez.
    E obrigado por seguires :)
    Qualquer coisa eu estou aqui princesa.

    ResponderEliminar
  21. Sim, aos poucos. Não da maneira que eu queria, mas vão melhorar.

    ResponderEliminar
  22. se já está ocupado, então só falta abri-lo a essa pessoa. achas que ela merece maior tesouro que o teu coração?
    achas que ele é capaz de dar um luzinha a essa mágoa?

    ResponderEliminar
  23. Pois é. E a mim corre sempre tudo mal -.-

    ResponderEliminar
  24. Sabes nada, não quero chatices :b

    ResponderEliminar
  25. Como te entendo princesa! Mas nunca vamos saber se vamos sofrer de novo se não arriscarmos não é verdade? Ao inicio tudo é muito bonito e lindo, mas depois tudo vem ao de cima, por isso antes de te relacionares informa-te bem e quando arriscares anda pelo menos com um pé atrás e outra à frente! (:

    ResponderEliminar
  26. como te entendo.
    sabes? perde os medos, diz-lhe. se ele parece tão interessado em ti e te fazer feliz... dá-lhe um oportunidade.

    ResponderEliminar
  27. Pois é. E desta vez vai ser a mesma coisa, porque mexe muito comigo.

    ResponderEliminar
  28. é esse o problema.
    e se ele está espera que tu faças o mesmo que tu queres que ele faça?
    estou na mesma situação sabes?
    estou CHEIINHA de medo do que posso ouvir ao que vou dizer. e já me disseram o mesmo que acabei de te dizer agora.

    ResponderEliminar
  29. Ahahah, tem que ser!
    Já melhoraram as coisas, princesa *

    ResponderEliminar
  30. Pois é. Mas eu tenho de me aguentar...

    ResponderEliminar
  31. Estive agora a ver as fotos que tens no "about me" e gostei de as ver :)

    ResponderEliminar
  32. Entendo! (:
    Eu já não posso dizer o mesmo, o meu coração só me tem tentado dizer que ainda há uma segunda oportunidade depois de tudo o que aconteceu, faz-me sentir como se fosse só uma pausa! Ou seja mais está para vir, o problema é que as pessoas vão ficar pálidas assim dizendo quando lhes contar que eu ainda quero dar-lhe outra chance que sinto a falta dele, e depois se algo acontecer a frase será sempre " eu avisei-te ". O meu coração decide por si, mas neste momento precisa mais de ser aquecido pelo mesmo do que andar esfriado o tempo todo!

    ResponderEliminar
  33. Não :b Já vou lá seguir-te de volta :)

    ResponderEliminar
  34. Está a tentar chegar ao de outra pessoa <3
    O teu está bem?

    ResponderEliminar
  35. Existem sempre umas coisitas que podiam ser diferentes mas hoje até estou feliz.
    Então boa sorte, espero que consigas alcançar o que queres :)

    ResponderEliminar
  36. Mesmo. Até aquelas pessoas que nem parecem pessoas :b

    ResponderEliminar
  37. Oh, és uma querida :)
    Obrigada mais uma vez.

    ResponderEliminar
  38. Assim não vale. Então eu irei retribuir quando mais precisares :)

    ResponderEliminar
  39. Eu sei que já fui muito mais do que fui agora. Quando nos magoam mesmo a sério nós tornamo-nos pessoas completamente diferentes, por vezes nem deixamos ninguém chegar perto de nós, só que isso pode ser um erro.

    ResponderEliminar
  40. Oh, a sério? *.* Ainda bem.
    Acredita que podes contar, porque tu também me pareces ser boa pessoa. És uma simpatia rapariga :)

    ResponderEliminar
  41. Mesmo! Mas existem pessoas que lá conseguem dar a volta a isso tudo :)

    ResponderEliminar
  42. Haha, sim senhora :b
    Ainda à pouco tive uma "recaída" mas aqui a conversa conseguiu distrair-me e já passou a tristeza que me invadiu.

    ResponderEliminar
  43. Estamos numa situação semelhante...

    ResponderEliminar
  44. Só espero que tudo dê certo! (:
    E força minha menina !

    ResponderEliminar
  45. Sim, acho que passou.
    Haha, isso era bonito de ver xD
    És uma querida, já te disse não já?

    ResponderEliminar
  46. As coisas vão acabar por se resolver :)

    ResponderEliminar
  47. eu sei.
    mas nunca sabes se não tentares.

    ResponderEliminar
  48. Hoje nem foi bem assim :/
    Então não era, eu adoro quando as pessoas tentam fazer me rir.
    Eu só retribuo. Não faz mal, eu digo de novo para te lembrar: És uma querida rapariga :b
    É um vício horrível, eu ando sempre com os dedos a doer com feridas.

    ResponderEliminar
  49. Hoje desde manhã cedo que estou sempre a pensar no mesmo assunto, não sai da cabeça.
    Oh, que linda *.*
    Eu estou constantemente a roer, e também trinco as peles dos cantos das unhas, isso é o que me faz feridas.

    ResponderEliminar
  50. Hoje não estou a conseguir :s
    Oh oh, nada disso xD
    Eu nem ligo a isso, até porque tenho os dedos feios e nas duas semanas que consegui não roer, elas cresceram como eu nunca tinha visto em mim e incomodavam um bocado a fazer certas coisas, mas talvez seja por não estar habituada e tal.

    ResponderEliminar
  51. Agora estou mais distraída mas é fácil voltar a pensar...
    Eu arrepiava me muitas vezes, era mesmo estranho e então a tentar limá-las era do pior. Eu nem cheguei a cortá-las rentinhas um pouco porque decidi voltar a roer -.-

    ResponderEliminar
  52. Pra já estou a conseguir, ainda não pensei mais.
    Eu estou constantemente a roer :s

    ResponderEliminar
  53. Já dura há 1 ano e 4 meses amor, obrigada mesmo :)

    ResponderEliminar
  54. devias mesmo. se calhar ele está à espera que dês tu esse passo

    ResponderEliminar
  55. Desculpa andar tão ausente. Há novidades, princesa?

    ResponderEliminar
  56. não penses assim.
    O meu menino também é mais velho, no entanto sou eu que vou dizer o que sinto.
    Arrisca linda.

    ResponderEliminar
  57. Quando estou ocupada é mais fácil, agora quando estou sem fazer nada é que é pior...
    Pois, os nervos dão cabo das unhas mesmo.

    ResponderEliminar
  58. No trabalho quando estou parada é quando penso mais :s
    Depois penso à noite quando desabafo com alguma amiga ou quando não consigo adormecer.
    Nem eu -.-

    ResponderEliminar
  59. Pois é, e então com as pessoas certas faz-nos sentir melhores. O que te apoquenta querida? Olha, quando quiseres e se quiseres, eu estou aqui para te ouvir :)

    ResponderEliminar
  60. Ai ai, eu sei bem como é. Ainda à bem pouco tempo também tinha muito medo e não tinha coragem para desabafar sobre um assunto, mas descobri uma pessoa perfeita que me entendesse e essa pessoa pôs-me completamente à vontade para eu falar tudo mesmo. Eu desde aí que me senti melhor. Eu espero que consigas isso tal como eu, porque parece que tens mesmo de botar cá para fora algumas coisas que não te estão a fazer bem :s
    Oh, obrigada. É bom saber isso :)

    ResponderEliminar
  61. Entendo que agora seja bem complicado desabafar tanta coisa. Tens que ir aos poucos com calma.
    Eu há coisas que também guardo só para mim. As outras eu procuro conversar com quem acho que é melhor dependendo do assunto.

    ResponderEliminar
  62. temos 2 anos de diferença. (quase 20 e 22)
    Basta querer linda. A sério vai em frente. Eu estou aqui a torcer por ti :')

    ResponderEliminar

Deixem as vossas opiniões :)